Os lugares mais quentes do inferno são destinados aos que, em tempo de grandes crises, se mantêm neutros. Dante Alighieri
comentar
publicado por fb, em 15.08.09 às 00:55link do post | favorito

 

Generosidade é o que falta na política portuguesa...

 

 

sinto-me:

comentar
publicado por fb, em 29.07.09 às 18:40link do post | favorito

PERDÂO:::

 

Mesmo que a mentira seja dela, eu relevo...


comentar
publicado por fb, em 03.07.09 às 14:09link do post | favorito

Sócrates agradecia agora que Mário Lino arreasse as calças e mostrasse o rabo, que o ministro da agricultura fizesse um manguito a Portas (qualquer deles) e Maria de Lurdes Rodrigues exibisse uma mama no parlamento (também será ofensa escrevê-lo com minúscula?).

 

Seria oiro sobre azul.

 

 


comentar
publicado por fb, em 25.06.09 às 18:49link do post | favorito

 

O Bloco de Esquerda aprende depressa. O comité central ( o trio maravilha louçã, fazenda e portas) deslocou-se ao Algarve e impôs o candidato "number one" contra a vontade dos bloquistas meridionais. Com um lugar de deputado garantido a coisa fina mais fino. Os autóctones que se amanhem. É uma mulher do Norte (os extremos tocam-se, não é?), deputada intermitente e especialista em educação. Adivinhem quem é a, por sinal muito engraçada, senhora?

 

 


comentar
publicado por fb, em 25.06.09 às 18:44link do post | favorito

Com o muito obrigado aos artistas...

 

 

música: encosta-te a mim

comentar
publicado por fb, em 25.06.09 às 18:38link do post | favorito

Como pode o ministro da agricultura manter-se ainda no governo quando se expôs, ridiculamente,  a todo o país,  mentindo descaradamente a propósito de Carlos Guerra, o "administrador" do PRODER?

 

 


comentar
publicado por fb, em 16.06.09 às 19:13link do post | favorito

Não tenho nada contra os penteados exibidos por cada qual. Mas o de Vítor Constâncio nunca deixa de me maravilhar.

 

Ontem o homem deu um autêntico baie, durante 6 horas, aos srs deputados. Sobretudo ao Nuno. Bem preparado, sem falhas na oratória, sem aparentar cansaço.

 

Continuo na minha: não fora aquele penteado e o homem tinha ido longe na política portuguesa.

 

 


comentar
publicado por fb, em 09.06.09 às 21:35link do post | favorito

 

Juntamente com o PS, as empresas de sondagens foram as grandes derrotadas na noite eleitoral de Domingo. As sondagens falharam de forma indesculpável. Já pouca gente acredita nelas. A partir de agora será pior. Aliás a SIC caiu no ridículo de apresentar uma sondagem para as legislativas em cima do rotundo falhanço.É como pretender vender uma casa fantástica a uma pessoa que viu ruir a última casa construída pelo vendedor e dada como fantástica antes de desabar como um baralho de cartas, devido a defeitos graves de construção.

 

Curiosamente todos os partidos se queixam menos o mais prejudicado: o Partido Socialista. Expliquemo-nos. Foi com este partido que as sondagens mais falharam. Em regra à volta de 10 pontos percentuais. Não minto pois não! Ora esta diferença insondável, fez crer nos eleitores que o PS seria o grande vencedor. Com isto desmobilizou eleitores. Já está ganho, não vale a pena ir votar. Ou, já que está ganho, e por tantos, vou votar noutro partido e aproveitar para incomodar um pouco quem governa. Esta última lógica foi o pão para a boca do Bloco de Esquerda.

 

 

Deve portanto o PS queixar-se - e muito - e pedir responsabilidades a quem assim pode influenciar uma eleição de fora e sem participar no jogo democrático.


comentar
publicado por fb, em 08.06.09 às 22:05link do post | favorito

 

Cavalgar as generosas ondas das sondagens, dá nisto. 

 

Não desesperem, a solidão retempera e grosa a arrogância que o poder acarreta.

 

 


comentar
publicado por fb, em 08.06.09 às 21:53link do post | favorito

 

 

Televisões abrem o jornal das 8 (o mais importante do dia) com as eleições ... do Benfica.

 

Os laranjinhas são mesmo ingénuos...


mais sobre mim
Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


pesquisar
 
blogs SAPO