Os lugares mais quentes do inferno são destinados aos que, em tempo de grandes crises, se mantêm neutros. Dante Alighieri
comentar
publicado por fb, em 28.02.09 às 23:32link do post | favorito

 

Grande escolha de Sócrates. Vital Moreira é um homem de esquerda, sério, independente (dentro dos possíveis), inteligente, crítico sem peias e, a não desprezar, de fora dos círculos do poder da capital.

Ainda por cima, com esta escolha, temos a nossa melhor deputada europeia no novo parlamento. Ana Gomes estará certamente na lista de Vital Moreira e em lugar elegível.

 

A juntar a Ana Gomes, teremos também o outro magnífico: Miguel Portas do Bloco de Esquerda.

 

Sócrates afinal não é tão estúpido politicamente como parece!

 

 


comentar
publicado por fb, em 21.02.09 às 14:57link do post | favorito

A melhor avaliadora do apartamento de Sócrates é, sem dúvida, Fernanda Câncio.

 

 


comentar
publicado por fb, em 21.02.09 às 14:48link do post | favorito

Qual Ulisses à entrada no mar das sereias, pedi aos marinheiros cá de casa que me atassem ao sofá, para me arriscar a ver o "telejornal" de 6ª da TVI. Claro que o herói de Ítaca se atou para não ser atraído pelas sereias para o fundo do mar. Eu deixei-me atar para não fugir ao "fedor" que sai da boca da Manuela Moura Guedes.

 

Quando acabou o dito jornal, e os marinheiros se aproximaram,  estava pior que o manhoso da Odisseia: vergões por todo o corpo, um braço semi-arrancado, um olho fora das órbitas, o cabelo todo branco e outras lesões do foro mental que só o futuro dirá se terão remédio.

 

A pestilência, o ódio, a merda, o ranço e o podre superaram  tudo o imaginável.

 

 


comentar
publicado por fb, em 12.02.09 às 21:13link do post | favorito

 

O problema nem é a caricatura. É desagradável e rasteiro mas quem anda na política tem de saber conviver com estas nojeiras e revelar jogo de rins. Pode, no entanto, e deve, reagir com dureza a estes ataques: quem não se sente não é filho de boa gente.

 

O problema é que o cartaz se anula a ele próprio e funciona como boomerang para quem o edita e propagandeia. Ao pretender evidenciar uma mentira... mente. Toda a gente sabe que com o tsunami financeiro e económico que varre o mundo (e não crível quando a promessa foi feita), o prometido  deixa de fazer sentido pois a torrente vai no sentido de um aumento brutal do desemprego. Quem tenta fazer passar por mentiroso o prometedor sabe isso e passa a ser, para os que os ouvem e vêem, um cobrador de promessas impossíveis. Ou seja um mentiroso cruel.

 

Se eu prometo à minha esposa uma férias nas Seychelles para o ano, e um aumento do nível das águas do mar faz desaparecer este arquipélago, poderei ser acusado de mentiroso?

 

 

sinto-me:
música: Ai Portugal, Portugal - Jorge Palma

comentar
publicado por fb, em 10.02.09 às 23:11link do post | favorito

Tão velho como a política...

 

 

 

 

 

sinto-me:
música: Bailinho da Madeira

comentar
publicado por fb, em 07.02.09 às 21:43link do post | favorito

 

O deputado Manuel Alegre achou o tom dos seu camarada Santos Silva, numa reunião à porta fechada, violento e mesmo estalinista. Os seus amigos do Bloco de Esquerda falam de sectarismo e estilo trauliteiro, a propósito das mesmas.

 

É preciso topete, como dizia o outro.


comentar
publicado por fb, em 05.02.09 às 17:23link do post | favorito

Manuela Ferreira Leite anda outra vez desaparecida. Desde que Sócrates "aprovou" o "casamento com pessoas do mesmo sexo", tem pavor em sair à rua. O que dizer aos jornalistas sem parecer demodé?

 

 


comentar
publicado por fb, em 03.02.09 às 20:51link do post | favorito

Agora que os professores estão sozinhos a decidir se entregam ou não os seus objectivos individuais, onde param os sindicatos? Agora que têm nas suas mãos notificações - objectivas e fotocopiáveis - dos Conselhos Executivos a ameaçá-los com as sanções de leis, regulamentos e quejandos, onde pára o Sr. Mário Nogueira?

 

Quando, após a grande primeira manifestação de professores, bastava um sopro para atirar borda fora a mais ridícula equipa que alguma vez se aninhou  na 5 de Outubro, desapareceram também. O PCP não queria que a ministra caísse. Queria-a em difícil, exposto e frágil equilíbrio. A sua substituição poderia trazer alguém que alterasse  as políticas educativas e assim estragar o espectáculo de um cadáver político que rende votos. Passados alguns meses, como o dito féretro parecia renascer das cinzas, nova grande jornada de rua para o remeter ao seu papel de morto pestilento.

 

Agora, não se percebe porque se deixa um moribundo destroço impor uma versão simplex do odiado modelo de avaliação? Revoltar ainda mais os professores face à humilhação sofrida? Deixar que outras variantes - mais eficazes e que caminham por si - como o aumento brutal do desemprego e as teias do caso freeport, encaminhem os votos para a urna?

 

A maior traição  acontece quando um general incentiva as suas tropas a lutar até à última batida do coração, e, sorrateiramente, se esgueira da frente da batalha.

 

 

sinto-me:
música: Eu tenho dois amores

mais sobre mim
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13
14

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds